Diante de um achado de nódulo(s) ou aumento da tireoide, muitas pessoas possuem dúvidas em relação ao tratamento. O mais importante é a avaliação pelo(a) médico(a) responsável, que conduzirá o caso da forma mais adequada para cada paciente.

Em termos gerais as indicações para a Cirurgia da Tireoide são:

 

CÂNCER DE TIREOIDE

A maioria dos tumores malignos de tireoide devem ser operados inicialmente, com ou sem a retirada dos gânglios ao redor.

 

SUSPEITA DE CÂNCER

Quando os nódulos são biopsiados por Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF), o resultado pode vir como suspeita de câncer. Neste caso, o médico responsável avaliará cada caso e optará pela melhor conduta.

 

SINTOMAS DE COMPRESSÃO

Às vezes, a tireoide sofre um aumento e começa a gerar compressão sobre as estruturas ao seu redor, como a traqueia e o esôfago. Desta forma, a pessoa pode ter sintomas como dificuldade para respirar e engolir alimentos. Em alguns casos, há possibilidade de rouquidão também.

 

BÓCIO MERGULHANTE

Algumas vezes, o aumento de volume da tireoide não fica somente restrito ao pescoço; este aumento pode se estender para dentro do tórax. Neste caso, chamamos de Bócio Mergulhante.

 

HIPERTIREOIDISMO DE DIFÍCIL CONTROLE

Pacientes portadores de Hipertireoidismo (quando a função da tireoide está exagerada) tomam medicações para reduzir o seu funcionamento. Porém, em alguns casos, o tratamento medicamentoso não é suficiente. Portanto, a cirurgia da tireoide está indicada.

 

ESTÉTICA

Alguns casos de aumento da tireoide não geram sintomas de compressão nem mergulham para o tórax. Porém, eles causam uma alteração estética para o(a) paciente. Nestes casos, o(a) paciente deve conversar muito bem com o(a) médico(a) responsável já que a decisão por uma cirurgia deve ser muito bem discutida.